Simplesmente Dorcila

Poesias, crônicas, contos, mensagens

Textos


ROSAS AMARELAS


Sempre gostei de rosas amarelas. Elas me trazem uma sensação de paz.  Sinto que vem à tona o melhor de mim quando as toco levemente e o veludo das suas pétalas me acaricia os dedos.  Minha imaginação voa livre e me torno cativa de seus encantos. 
 
Uma rosa amarela me faz ter vontade de prendê-la nos cabelos e sair  rodopiando debaixo da chuva. Dançar e cantar como um Fred Astaire de saias e sentir pingos cor de prata purificando meu corpo e minha alma; me faz querer a sensação de um batismo restaurador e mergulhar inteira nesse abraço da natureza.
 
Com uma rosa amarela entre os dentes, me vejo saindo para o terraço em madrugadas de lua cheia, deslizando, enamorada, a ouvir imaginárias melodias. Meu corpo se tinge de prata e eu, lânguida, exalo o perfume dos jasmins, que se enroscam na sacada, feito abraços do meu amado.
 
Dorcila Garcia
Enviado por Dorcila Garcia em 13/06/2007
Alterado em 09/11/2009

Música: Wrap dreaming - Instrumental

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras